UX Design

Contratar Uma Agência de UX ou Internalizar?

Você já tem sua ideia validada, já conseguiu fazer um MVP e até mesmo recebeu investimento para tracionar e quem sabe escalar o seu produto. Isso é ótimo!

Mas você se lembra de quando passou pela sua aceleradora ou conversou com conhecidos em eventos, que eles comentaram sobre como ter UX no seu produto é importante e você começou a estudar as opções.

Uma delas é ter um UX dentro da própria equipe, afinal, você como empreendedor quer sempre envolver mais pessoas na sua missão de empreender.

Outra opção é contratar uma agência especializada para atender suas demandas de UX.

As duas opções tem pontos positivos e negativos e espero que esse artigo te ajude a dar uma luz e esclarecer melhor sobre elas.

Por que ter profissionais de UX?

Vamos começar por aqui.

UX hoje em dia não é um bônus ou luxo para as empresas, ele se tornou essencial. Na ascensão de novas tecnologias e digitalização de serviços e produtos, sim, qualquer produto meia boca que reoslvesse um problema, mesmo enguiçando e com uma experiência medíocre, era válido. Afinal, era a única forma de você pedir comida pelo celular ou pagar seu transporte com um cartão.

Mas como tudo, o mercado começou a crescer, a concorrência também e com isso fomos apresentando novas soluções para os usuários que foram ficando mais exigentes e a régua do "básico" foi subindo ao ponto de que se o seu aplicativo não funcionar no celular dele, se prepare para classificação de 1 estrela e muitos xingos na store.

Dentre tantos templates e produtos prontos, quem que pode contribuir para atender - e até superar - as expectativas do usuários? Sim, o UX designer.

Quando internalizar UX

Fonte: Foto de mentatdgt no Pexels

Se formos resumir, sempre.

Você como Startup, como empreendedor de produto digital, você precisa ter pelo menos um profissional de UX dentro da operação a todo momento. Aqui no Brasil a cultura ainda está não está tão madura como em outros países, mas quando algum cliente nos diz que conseguimos mostrar pra ele o valor de UX e eles agora vão montar uma equipe (ok, pode ser que eles parem de nos contratar... ), ainda ficamos satisfeitos de saber que plantamos uma semente ali dentro.

UX vai ajudar você a ter entregas mais assertivas, analisar as necessidades dos clientes, otimizar o tempo do desenvolvimento e outras práticas que reduzem o risco do seu produto falhar lá na frente.

As vantagens de ter um time de UX:

  1. Agilidade no processo, por ele conhecer a empresa e a forma de trabalho, consegue adaptar o backlog de acordo com as prioridades.
  2. Apoio para os outros silos da empresa. O UX consegue ajudar diversos setores da empresa, como otimizar o tempo de desenvolvimento ou alinhar as necessidades de negócio de acordo com dados coletados em pesquisas de usuários.
  3. Gerenciamento mais transparente do design. Quando o time é seu, você sabe exatamente o que ele está fazendo, quanto tempo demora e o preço que você está pagando pelo valor entregue.
  4. Você sabe quem está cuidando do seu produto, o grau de senioridade e as responsabilidades que essa pessoa deve ter.

As desvantagens de ter um time de UX:

  1. Se você nunca teve um time, você não tem parâmetros para classificar se sua contratação foi boa, se eles estão produzindo o que deveria ser produzido, como deveriam ser suas entregas e tudo mais. Recomenda começar a contratação por um Head de Design e fazer com que ele monte um time.
  2. Um custo mensal, mesmo se a produção foi lenta. Isso se aplica a praticamente qualquer profissional da empresa, mas não deixa de ser uma desvantagem.
  3. Se o funcionário ficar doente, mudar de emprego ou se demitir, seu processo pode ser prejudicado e atrasar todo seu planejamento.
  4. Visão muito limitada de novas ideias ou soluções. Um time interno vive muito à própria realidade da empresa e isso pode prejudicar quando precisa ter pensamentos fora da caixas ou de novas inspirações.

Existem outras vantagens e desvantagens, mas essas são as mais comuns. Aliás, falei que ter um UX dentro da empresa é super importante, mas contanto que você extraia dele todo o seu potencial! 

Se você tem uma euquipe de design, mas só dá tarefas de deixar interfaces mais redondas, bonitas e agradáveis para a pessoa de design, você está deixando dinheiro na mesa.

Quando contratar uma agência de UX

Fonte: Foto de Cadeau Maestro no Pexels

Sem tentar puxar muita sardinha para o nosso lado, agora vamos aos pontos positivos e negativos de contratar uma agência de UX.

As vantagens contratar uma agência de UX:

  1. A agência já tem um time de profissionais de prontidão para atender suas necessidades. Você não precisa se preocupar com quem vai realizar o seu trabalho, estudar o background dos profissionais ou analisar mil currículos. 
  2. Agências não se limitam a apenas o mesmo produto, elas conhecem diversos e já produziram vários. Com essa experiência, conseguem pensar e sugerir soluções mais rápidas para atender o seu problema. 
  3. Agências tem mais a perder e isso pode ser um fator motivacional a mais. Se você não gostar do serviço dela ou por algum motivo desistir do contrato, as contas de uma agência vão continuar lá. Então ela vai - não necessariamente - se esforçar mais para atender suas necessidades.
  4. Você não precisa ter a responsabilidade de ficar gerenciando o time. Pode se focar no seu negócio enquanto a agência cuida dessa parte.

As desvantagens contratar uma agência de UX:

  1. Mais caro. Contratar uma agência é mais caro do que um time, já que ela vai cobrar um preço em cima de cada designer envolvido no projeto, mais o lucro.
  2. Você paga pelo projeto contratado em um tempo determinado, de acordo com o escopo. Caso queira refinar o seu produto ou produzir novas features, tem que investir mais.
  3. Por mais que seja definido um prazo de entrega, agências dividem sua atenção com outros clientes, então reuniões e entregas precisam ser agendadas com antecedência.
  4. Não entendem do seu negócio como alguém de dentro.

Claro que depende muito da agência que você vai contratar, mas um balanço geral seria por aí.

Conclusão

Depende bastante do momento da sua Startup e suas intenções. O que presenciamos bastante é que Startups tem uma equipe interna de UX para tocar o produto e seu estado atual, como coletar feedbacks dos usuários, pensar em novas soluções, fazer entrevistas e ir refinando as features que estão no ar.

Enquanto isso, caso elas precisem de um projeto mais pontual como reformular o site, criar novas hipóteses de features ou mesmo lançar o protótipo de um novo produto, elas preferem contratar uma agência para não sobrecarregar o time.

De qualquer forma, é válido pesquisar ambas as opções e ver o que faz mais sentido para você. O importante não é necessariamente ter uma equipe de UX, mas ouvir seus usuários, entender suas preocupações, suas necessidades e entregar soluções compatíveis. Acontece do profissional de UX ter ferramentas que facilitem esse processo, mas se preocupar com seu usuário é o dever de todo mundo na empresa.


Receba conteúdos exclusivos de Branding

Gostaria de receber conteúdo diretamente no seu email? Coloque seu email que iremos enviar semanalmente novos artigos,  estudos de caso, portfólios e novidades sobre branding, UX e design.

Obrigado! Em breve, irá receber conteúdos de branding.
Oops! Algo deu errado. Tente novamente mais tarde.
ler Outros artigos